terça-feira, 30 de março de 2010

Divulgar é ajudar a cultura...

video


Entretenimento é linguagem...Não basta mais oferecer produtos ou serviços, é preciso informar e divertir, gerar experiências para as pessoas.

Em nome do Projeto Maryzelia e os 'Coisinho'', meu muito obrigada a TV Geral!! E que a cada dia, a caminhada seja ainda mais promissora!!

sexta-feira, 26 de março de 2010

quarta-feira, 24 de março de 2010

Comendo com coentro!


''POR MAIS LONGA A CAMINHADA, O IMPORTANTE É DAR O PRIMEIRO PASSO''
Vinícius de Moraes

quarta-feira, 17 de março de 2010

Na frequência e na sequência uníssona sambística!!!


Música uma forma de arte que constitui-se basicamente em combinar sons e silêncio seguindo ou não uma pré-organização ao longo do tempo. Tornando-se Universal!!

quinta-feira, 11 de março de 2010

Agradecer o ''SORRISO''


Nunca estamos sós, é verdade.
É bom saber que temos amigos em quem podemos confiar.
Pessoas que nos apoiam e nos acolhem com tanto carinho.
É certo que tenho passado momentos muito difíceis.
E comigo estão sempre os amigos, dando-me palavras de conforto e ânimo.
Sou grata a Deus por ter conhecido tanta pessoa boa, de coração aberto e firmes.
Quero agradecer a você por tudo.
Em especial por estar a meu lado, sempre.
Saiba que eu também quero fazer por você o que for possível.
Disponha da minha amizade sincera.

Meu eterno agradecimento.

quarta-feira, 10 de março de 2010

Simples assim...Simplesinho!!


A vida é mais simples do que a gente pensa; basta entendermos que apenas o dia tem 24hs. Mais as nossas escolhas podem durar para sempre.

Michel Dias

terça-feira, 9 de março de 2010

quarta-feira, 3 de março de 2010

Projeto...

"Mas, quando falo dessas pequenas felicidades certas, que estão diante de cada janela, uns dizem que essas coisas não existem, outros que só existem diante das minhas janelas e outros, finalmente, que é preciso aprender a olhar, para poder vê-las assim".


(da Arte de Ser Feliz - Cecília Meireles)

terça-feira, 2 de março de 2010

segunda-feira, 1 de março de 2010

''Águas de Março, fechando o verão...''


Águas de março é uma das mais representativas composições da obra de Antonio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim; foi seu último grande sucesso como compositor e letrista; lançada inicialmente em compacto simples encartado no semanário "O Pasquim" em 1972, seria posteriormente gravada em dueto com Elis Regina e o próprio Tom, no célebre disco "Elis & Tom" gravado em Los Angeles, EUA em 1974.
Tom Jobim foi o mais famoso, mais talentoso e mais respeitado compositor brasileiro da segunda metade do século XX, dentro e fora do Brasil; autor de aproximadamente 300 músicas, solo e com diversos parceiros entre os quais: Vinícius de Moraes, Newton Mendonça, Billy Blanco, Chico Buarque de Hollanda, Aloysio de Oliveira, Luiz Bonfá, Dolores Duran, Marino Pinto, Paulo Cesar Pinheiro, Paulo Soledade, Ronaldo Bastos.
Tom nasceu no Rio de Janeiro em 25/01/1927, iniciou seus estudos musicais em 1941; cursou a Faculdade de Arquitetura chegando mesmo a exercer a profissão por pouco tempo mas sua grande paixão foi sempre a música.
Morreu em Nova Yorque em 8/12/1994 com 67 anos.
Pesquisa : Darcio
Águas de Março
( 1972)
Samba
Letra e música: Tom Jobim
É pau, é pedra, é o fim do caminho,
É um resto de toco, é um pouco sozinho,
É um caco de vidro, é a vida, é o sol,
É a noite, é a morte, é um laço, é o anzol.
É peroba no campo, é o nó da madeira,
Caingá candeia, é o matita-pereira,
É madeira de vento, tombo da ribanceira,
É o mistério profundo, é o queira ou não queira.
É o vento ventando, é o fim da ladeira,
É a viga, é o vão, festa da cumeeira,
É a chuva chovendo, é conversa ribeira,
Das águas de março, é o fim da canseira.
É o pé, é o chão, é a marcha estradeira,
Passarinho na mão, pedra de atiradeira,
É uma ave no céu, é uma ave no chão,
É um regato, é; uma fonte, é um pedaço de pão.
É o fundo do poço, é o fim do caminho,
No rosto um desgosto, é um pouco sozinho,
É um estepe, é um prego, é uma conta, é um conto,
É um pingo pingando, é uma conta, é um ponto.
É um peixe, é um gesto, é uma prata brilhando,
É a luz da manha, é o tijolo chegando,
É a lenha, é o dia, é o fim da picada,
É a garrafa de cana, o estilhaço na estrada,
É o projeto da casa, é o corpo na cama,
É o carro enguiçado, é a lama, é a lama.
É um passo, é uma ponte, é um sapo, é uma rã,
É um resto de mato, na luz da manhã,
São as águas de março fechando o verão,
É a promessa de vida no teu coração.
É uma cobra, é um pau, é João, é José,
É um espinho na mão, é um corte no pé,
São as águas de março fechando o verão,
É a promessa de vida no teu coração,
É pau, é pedra, é o fim do caminho,
É um resto de toco, é um pouco sozinho.
É um passo, é uma ponte, é um sapo, é uma rã....

Música: Aguas de Março
Autoria Letra e Música : Tom Jobim
Pesquisas e História por Dárcio Fragoso